Hotel do Sado é o primeiro hotel certificado a nível nacional pela POTEMA

Hotel do Sado é o primeiro hotel certificado a nível nacional pela POTEMA

Ao carregar o selo POTEMA®, a unidade hoteleira portuguesa certifica a total higienização dos colchões (e outros materiais), garantindo assim a desinfestação e eliminação de ácaros e é o único patenteado e utilizado internacionalmente. Entre outros hotéis certificados encontram-se o Burj-al-Arab (Dubai) e o Waldorf Astoria (Nova Iorque).

O Hotel do Sado Business & Nature, em Setúbal, é o primeiro estabelecimento em Portugal a possuir o certificado POTEMA® na limpeza dos seus colchões. A unidade de quatro estrelas iniciou este mês a parceria com o representante oficial da marca em Portugal, a Portugal4every1.

A POTEMA® é uma empresa alemã, líder internacional na higienização de colchões (e outros materiais). O procedimento criado garante a desinfestação e eliminação de ácaros e é o único patenteado e utilizado internacionalmente, com validade de um ano, já utilizado por hotéis como o hotel Burj-al-Arab (Dubai), o Waldorf Astoria (Nova Iorque), entre outros hospitais, clínicas, lares, etc. por todo o mundo. A garantia de uma melhor qualidade sono.

O método desenvolvido pela POTEMA® foi certificado pelo Institut Fresenius, a Biohygiene Elsass, além de ser recomendado pela European Search for Allergy Research Foundation.

Este sistema inovador de higienização, desinfeção e limpeza de colchões permite que os ácaros, fungos, bactérias, micro-organismos, escamas de pele morta, o suor, bem como o mau odor – responsáveis por alergias, rinites, tosses, inflamação da mucosa, entre outros problemas respiratórios, comichão, dermatites e muito mais – sejam na sua maioria eliminados.

Segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica – SPAIC, os ácaros do pó são considerados em todo o mundo, e sobretudo nos países ocidentais, a principal causa de alergias do aparelho respiratório (a asma, por exemplo, afecta 300 milhões de pessoas em todo o mundo e é considerado um problema de saúde pública sério e crescente).[1]

[1] Dados: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica. Veja online em http://www.spaic.pt/textos/?imr=9&p=&t=41 e http://www.spaic.pt/noticias/?imr=24&fmo=ver&listar=all&noticia=103